Gramática On-line | Por Prof. Dílson Catarino

373 textos cadastrados no site da Gramática On-line

Anuncios Google
Gramatica

Encontre o que procura no Buscapé!

Pesquise preços de Gramatica

www.BuscaPe.com.br

Gramatica

Encontre o que procura no Buscapé!

Pesquise preços de Gramatica

www.BuscaPe.com.br

Gramatica

Encontre o que procura no Buscapé!

Pesquise preços de Gramatica

www.BuscaPe.com.br

Gramatica

Encontre o que procura no Buscapé!

Pesquise preços de Gramatica

www.BuscaPe.com.br

Ultima atualização: 14 NOV 2013

/ GRAMÁTICA

Pronomes relativos

Quando um pronome relativo exercer a função de sujeito, deveremos analisar o seguinte:


Que: 

 

Quando o pronome relativo que funcionar como sujeito, o verbo concordará com o elemento antecedente. Ele será sujeito quando aparentemente o elemento que o anteceder o for.

 

  • Fui eu que quebrei a vidraça. (Eu quebrei a vidraça)

  • Fomos nós que telefonamos a você. (Nós telefonamos a você)

  • Estes são os garotos que foram expulsos da escola. (Os garotos foram expulsos)


O que / a que / os que / as que / aquele que / aquela que/ aquilo que:

 

Quando o pronome relativo que funcionar como sujeito e estiver antecedido de um pronome demonstrativo (o, a, os, as, aquele, aquela, estes...), o verbo concordará com o pronome demonstrativo, ficando, portanto, no singular ou no plural, dependendo do pronome demonstrativo. Há gramáticos, porém, que admitem a concordância também com o termo anterior ao pronome demonstrativo, estabelecendo, assim, uma silepse, que é a concordância ideológica, ou seja, a concordância não com o que está escrito, mas com o que a palavra representa.

 

  • Fui eu o que quebrou a vidraça. (O que quebrou a vidraça fui eu)

  • Foste tu a que me enganou. (A que me enganou foste tu)

  • Fomos nós os que telefonaram a você. (Os que telefonaram a você fomos nós)

  • Fostes vós os que me engaram. (Os que me engaram fostes vós)


 

Quem:

 

Quando o pronome relativo quem funcionar como sujeito, o verbo ficará na terceira pessoa do singular. Há gramáticos, porém, que admitem a concordância também com o elemento antecedente.

 

  • Fui eu quem quebrou a vidraça.  (Quem quebrou a vidraça fui eu)

  • Foste tu quem quebrou a vidraça.  (Quem quebrou a vidraça foste tu)

  • Foi ele quem quebrou a vidraça.  (Quem quebrou a vidraça foi ele)

  • Fomos nós quem quebrou a vidraça. (Quem quebrou a vidraça fomos nós)

  • Fostes vós quem quebrou a vidraça.  (Quem quebrou a vidraça fostes vós)

  • Foram eles quem quebrou a vidraça. (Quem quebrou a vidraça foram eles)


 

Continue estudando concordância verbal. Escolha a regra que quer estudar e clique no link correspondente:


Coletivo

 

Mais de, menos de, perto de, cerca de

 

Topônimos (nomes de lugares) só plural

 

Qual de nós, quais de vós, quem de nós, alguns dentre nós

 

Um dos que

 

Nenhum dos que

 

Porcentagem + substantivo

 

Pronomes de tratamento sendo sujeito

 

Silepse de pessoa / Concordância ideológica

 

Sujeito composto com a conjunção e

 

Sujeito composto por pessoas diferentes - eu, tu, ele

 

Sujeito composto com a conjunção ou

 

Sujeito composto com a preposição com

 

Aposto resumidor e conectivos correlatos

 

Um e outro, nem um nem outro, um ou outro

 

Siga o Gramática no Twitter