publicidade

Pesquisar no Site


Dica do professor Dilson Catarino

Aerar o vinho é um erro.

Veja mais
A língua no dia a dia
Voltar

Tonicidade

06/06/2018

 Todas as palavras da Língua Portuguesa possuem uma sílaba tônica, que é a pronunciada com mais intensidade que as demais. Todas as outras são denominadas de sílabas átonas.

 

Por exemplo, na palavra sapeca, a sílaba tônica é a penúltima (pe); as demais (sa, ca) são as átonas.

 

Há, ainda, a possibilidade de haver uma sílaba subtônica, existente apenas em palavras derivadas: é a sílaba que era a tônica da palavra primitiva.

 

Por exemplo, na palavra sapequinha, a sílaba tônica é a penúltima (qui). Como essa palavra é derivada de sapeca, a sílaba pe não é átona uma vez que era a tônica da palavra primitiva - sapeca; ela é, portanto, subtônica. As restantes (sa, nha) são as átonas.

 

As palavras que contêm uma sílaba só são chamadas de monossílabas. Elas podem ser átonas e tônicas.

 

Monossílabos átonos são aqueles que não têm “força” para serem usados sozinhos em uma frase. São os artigos (o, a, os, as, um, uns), as preposições (de, em, por, a), as conjunções (que, se) e alguns pronomes (o, lhe, nos, vos...).

 

Monossílabos tônicos são aqueles com “força” suficiente para serem usados sozinhos em uma frase. São os substantivos (pó, mel, ás, fé...), os adjetivos (má, mau, só...) , os verbos (é, sou, fui), os advérbios (mais, bem...), os numerais (um, dois, cem...), as interjeições (oh!, ei!...) e a maioria dos pronomes (eu, tu, nós, vós...).

 

Então, não se esqueça: monossílabos átonos não podem ser usados sozinhos em uma frase. Os tônicos podem.

 

Há, também, palavras átonas de duas ou mais sílabas. Como ocorreu com os monossílabos átonos, são átonas as palavras que não podem ser usadas sozinhas em uma frase. É o que acontece com o artigo uma com as preposições e com as conjunções (quando, porque...).

 

Nas palavras tônicas, a sílaba tônica só pode ser uma das três últimas da palavra. Se for a última, dizemos que a palavra é oxítona; a penúltima, paroxítona; a antepenúltima, proparoxítona.

 

Exemplos de oxítonas:

Cantar, cantei, maçã, maracujá, você, sapé, caqui, saci, borocoxô, vovó, urubu, tatu.

 

Exemplos de paroxítonas:

Âmbar, casa, raquete, cáqui, tombo, bônus, móvel.

 

Exemplos de proparoxítonas:

Câmara, pérgula, anônimo.

© Gramática On-line • 1999 - 2018• Todos os direitos reservados ao autor. Proibida cópia total ou parcial dos conteúdos.